Rinofaringite | Selecções do Reader's Digest

Rinofaringite

Inflamação da faringe nasal, com origem bacteriana ou viral, sobretudo no lactente e na criança. Provoca febre moderada em geral de manhã, secreção nasal e faríngea e dificuldade em respirar.

Sintomas

Corrimento e obstrução do nariz, espirros, ressonar, tosse, febre, por vezes com inflamação dos olhos, dos ouvidos (sem otite declarada) e da traqueia, que agrava
a tosse. São factores favoráveis a entrada em creches e escolas, o frio e a humidade, os erros dietéticos, a anatomia da criança pequena e a posição de deitado.

Pessoas mais em risco

É uma etapa obrigatória do desenvolvimento da imunidade nas crianças com menos de 7 anos.

Porque dói?

É a irritação da mucosa do nariz e da garganta que provoca a dor: sensação
de picada ou de queimadura da mucosa faringea, deglutição difícil, tosse que causa dor e irradiação para os ouvidos, dores de dentes, mal-estar devido a obstrução do nariz, secura das fossas nasais. O soltar da tosse, muito útil no processo de cura, pode provocar dores e perturbar a respiração. A febre causa por vezes dores de cabeça latejantes. Podem surgir dores nos olhos ou musculares. Na criança muito pequena, são de recear complicações, como uma otite, uma rinobronquite ou uma laringite.

O que pode fazer?

• Lave o nariz com soro fisiológico ou utilize uma bomba própria para extrair as secreções nasais do bebé. Na criança mais velha, faça-a assoar-se para evitar otites.

• Controle a febre: não tente fazê-la baixar à força (a febre ajuda a destruir o vírus responsável), mas alivie o desconforto. Se a febre for superior a 39°C, dê à criança um banho com água com 2°C a menos que a sua temperatura durante 5 a 10 minutos. Repita, se necessário, ou aplique compressas húmidas. Utilize com moderação antipiréticos (contra a febre), como aspirina e paracetamol. Alivie o regime alimentar em proteínas, mesmo do leite (reduza o número de medidas para o mesmo volume de água). Mantenha a criança bem hidratada, sobretudo se for muito pequena. Não fume na sua presença. Areje o quarto, diminua a temperatura (20 °C no máximo), sobretudo se o aquecedor for eléctrico, pois seca o ar.

• Em caso de tosse, deite a criança com a cabeça mais elevada que o corpo ou suba a cabeceira da cama.

• É imperativo consultar o médico em caso de uma primeira rinofaringite numa
criança pequena, se tiver menos de 3 meses, febre alta ou mal tolerada, dificuldades respiratórias evidentes ou persistentes após 48 horas de evolução,
se recusar a comer, se vomitar ou se tiver diarreia.

Que tratamentos?


• Medicamentos

A cura demora uma semana. As infecções secundárias são frequentes.

- Prescrevem-se antipiréticos (paracetamol e aspirina). Atenção: nenhum antibiótico está indicado na rinofaringite simples. Só se justificam em caso de otite purulenta, rinofaringite que dura mais de 10 dias, gânglios, otites constantes ou se a criança está enfraquecida.

- Podem prescrever-se anti-inflamatórios locais, antiexpectorantes ou antitússicos
para aliviar ou evitar complicações, mas desobstruir o nariz (assoando-se) é essencial do tratamento.

• As outras medicinas

Homeopatia

É o tratamento mais indicado, mas não faça automedicação no início da doença sem falar com o médico. Principais indicações:

— Contra a febre: Aconitum, Belladonna, Ferrum phosphoricum

— Contra os vírus: Oscillicoccinum, Enpatorium perfoliatum (em caso de flutuações da temperatura), ou lnfluenzinum do próprio ano;

— Rinite aquosa: Nux vomica, Allium Cepa, Solanum lycopersicum, Arsenicum album, Aralia racemosa ou Chamomilla;

— Rinites com secreções mais espessas, brancas ou amareladas: Mercuriius corrosivus, Kalium muriaticum, Hydrastis canadensis, Kalium sulfuricum, Pulsatilla ou Kali bichromicum;

— Tosse com corrimento posterior: Corallium rubrum ou Spongia tosta, Belladonna, Ferrum phosphoricum podem ser associados como o Pyrogenium (anti-infeccioso);

— Dor de cabeça latejante, deglutição dolorosa: Belladona

— Sensação de picadas ou de queimadura: Apis mellifica ou Arsenicum album;

— Tosse dolorosa e irradiando para os ouvidos: Ferrum phosphoricum, Arsenicum album, Dulcamara;

— Dores de dentes: Chamomilla

Oligoterapia

Os oligoelementos são úteis como imunoestimulantes, sobretudo em conjunto: manganés-cobre, enxofre, cobre-ouro-prata.

Que prevenção?

— Ensine o seu filho a lavar as mãos frequentemente e a assoar-se. Lave muitas vezes o nariz do bebé.

— Evite que a criança apanhe frio (vento ou correntes de ar depois do banho ou de uma ida à piscina).

— Areje a roupa da cama. Aspire regularmente a alcatifa e lave os brinquedos de peluche.

Vote it up
44
Gosta deste Artigo?Vote!

Faça um Comentário

  

 

 

 

Loja

 

Magnesium€ 39,60

1001 remédios caseiros Prostate € 54,90
Brain Essentials € 29,85 Termómetro Digital Beurer FT 60 € 49,95
Ultramax Collagen€ 39,60 Gingko-Go!€ 34,95
Visite o site das Marcas de Confiança

 

 

 

 
 
 

Newsletter

Precisa-se: Uma Boa História!

Escreva-nos e poderá ganhar:

50€ por cada história verídica e inédita que for publicada em Flagrantes da Vida Real.
20€ por cada texto publicado em Rir é o Melhor Remédio.

Envie-nos!

 

 
 

Newsletter