Gases, flatulência e distensão abdominal | Selecções do Reader's Digest

Gases, flatulência e distensão abdominal

Saiba o que fazer às gases, flatulência e distensão abdominal.
Sintomas
Sensações desagradáveis, por vezes dolorosas, no abdómen, que aumenta de volume, com flatulência frequente.
 
 
Pessoas mais em risco
Adultos, sobretudo pessoas com vida sedentária. É raro aparecer em crianças e adolescentes.
 
 
Porque dói?
Inchaços e flatulências, chamados meteorismos, estão ligados a uma acumulação de gases no intestino provocada pela fermentação de açúcares no cólon e que pode provocar a irritação das mucosas. A dor deve-se à hipersensibilidade à dilatação intestinal.
 
 
O que pode fazer?
Procure a causa na sua alimentação: pode ser que esteja a comer excessivamente ou a fazer uma alimentação muito rica em lacticínios, açúcares, feculentos, ou ainda a tomar alimentos numa associação que favoreça a fermentação (fruta no final das refeições, leguminosas, etc.).
Em fitoterapia:
- Beba tisanas à base de endro, camomila, funcho ou menta picante.
- Inclua na sua alimentação alho, anis, manjericão, noz-moscada, orégãos, alecrim e segurelha.
 
 
Que tratamentos?
Medicamentos
Tradicionalmente, o médico prescreve carvão vegetal activado, puro ou associado a diversos produtos antiespasmódicos (extractos de meimendro, de beladona e papaverina) ou anti-sépticos, pois o carvão absorve uma parte dos gases.
 
 
As outras medicinas
Acupunctura
A acupunctura pode ser indicado como tratamento de fundo se o meteorismo persistir apesar das correcções alimentares e para tratar a prisão de ventre pós-operatória.
Auriculoterapia
Uma vez tomadas todas as medidas necessárias em relação há alimentação, a auriculoterapia pode representar uma ajuda significativa ao tratamento de fundo.
Homeopatia
Pode ser muito eficaz no tratamento de fundo. Na fase aguda, o homeopata prescreve:
- Aloe: no caso de flatulência em toda a região abdominal em pessoas que comem muito;
- China: abdómen tenso, muito dorido, borborismo, gosto amargo na boca, flatulência que não melhora com a emissão de gases;
- Kalinm carhonicum: flatulência logo após as refeições;
- Carbo vegetabilis: inchaço situado na parte superior do abdómen, desencadeado pela ingestão de alimentos gordos e de álcool logo a seguir às refeições e que se agrava em posição de deitado;
- Antimonium crudum:  flatulência após uma refeição pesada;
- Lycopodium: flatulência na parte inferior do abdómen, que piora várias horas depois das refeições, de 16 a 20 horas, frequentemente desencadeado por açúcares e por cebola.
 
 
Que prevenção?
Reduza os alimentos que favorecem as fermentações intestinais, isto é, os produtos lácteos, os açúcares, os alimentos ricos em amido (batatas, feijão seco, lentilhas) e alguns frutos ricos em frutose (tâmaras, figos, ameixas, uvas).
Elimine as leguminosas (feijões, por exemplo), que contêm dois hidratos de carbono específicos que apenas são digeridos no intestino e que provocam a formação de gases por fermentação com as bactérias do cólon.
Coma a fruta antes ou no intervalo das refeições. Na verdade, os frutos não são digeridos pelo estômago, mas directamente pelo intestino. Se comer muita fruta depois das refeições, ela fica bloqueada no estômago e vai libertando a sua acidez, que acaba por afectar a acção dos ácidos do próprio estômago. Esta é uma situação que dificulta a digestão da fruta e dos alimentos ricos em amido e atrasa a formação do bolo alimentar, provocando uma fermentação e dando origem à formação de gases.
 
Coma mais devagar, mastigando bem cada garfada, e procure tomar as suas refeições num ambiente calmo.
Beba água de argila verde 1 a 3 vezes por dia (mais ou menos) colher de café para um copo de água. Deixe sempre repousar antes de a beber.
 
Vote it up
144
Gosta deste Artigo?Vote!

Faça um Comentário

  

 

 

 

Loja

 

Magnesium€ 39,60

1001 remédios caseiros Prostate € 54,90
Brain Essentials € 29,85 Termómetro Digital Beurer FT 60 € 49,95
Ultramax Collagen€ 39,60 Gingko-Go!€ 34,95
Visite o site das Marcas de Confiança

 

 

 

 
 
 

Newsletter

Precisa-se: Uma Boa História!

Escreva-nos e poderá ganhar:

50€ por cada história verídica e inédita que for publicada em Flagrantes da Vida Real.
20€ por cada texto publicado em Rir é o Melhor Remédio.

Envie-nos!

 

 
 

Newsletter