Cólon irritável | Selecções do Reader's Digest

Cólon irritável

Quadro clínico de dores abdominais intermitentes e hábitos intestinais irregulares (obstipação, diarreia ou episódios de ambas) que ocorre na ausência de qualquer outra doença diagnosticada. Esta situação chama-se também síndroma do intestino irritável ou do cólon espástico.

Embora os sintomas abrandem e possam desaparecer durante períodos de duração variável, esta síndroma é habitualmente recidivante durante toda a vida. Apesar de não ser perigosa e de ter poucas probabilidades de originar complicações, pode causar muito sofrimento.


Causas e incidência


A causa não está completamente esclarecida, mas a anomalia básica é uma perturbação dos movimentos musculares do intestino grosso. Não há, contudo, alterações na sua estrutura, e os doentes não perdem peso nem ficam desnutridos. É a doença mais frequente do intestino, responsável por mais de metade dos doentes que recorrem às consultas de gastrenterologia.


É duas vezes mais frequente na mulher e surge habitualmente na idade adulta. Os doentes são geralmente saudáveis sob outros aspectos e já sofrem destas queixas há bastante tempo quando procuram o médico.


Alguns médicos pensam que o principal factor causal é um elemento psicológico, designadamente a ansiedade, pois o stress emocional tende a agravar a situação. Contudo, as perturbações intestinais são uma reacção normal ao stress em muitas pessoas que não sofrem da doença.


Sintomas


Entre os sintomas, contam-se dores no abdómen, semelhantes a cãibras, distensão abdominal (inchaço), frequentemente do lado esquerdo, alívio passageiro pela expulsão de fezes ou gases, sensação de evacuação incompleta dos intestinos, excesso de gases e agravamento dos sintomas após a ingestão de alimentos.


Outros sintomas (que não fazem exactamente parte desta síndroma) podem incluir azia, dores nas costas, fraqueza, sensação de desmaio, agitação, fadiga fácil, perda de apetite e palpitações.


Diagnóstico


O diagnóstico inicial baseia-se nos sintomas e num exame das fezes, radiografias com bário e sigmoidoscopia ou colonoscopia para excluir a probabilidade de doenças como o cancro ou doença inflamatória do intestino, que podem apresentar sintomas semelhantes.


Tratamento


Uma dieta rica em fibras ou expansores do bolo intestinal podem ser recomendáveis a doentes com a síndroma do cólon irritável. Havendo diarreia persistente, podem administrar-se antidiarreicos, como a loperamida, durante períodos curtos e antiespasmódicos para alívio das dores podem beneficiar com uma abordagem psicoterapêutica.


Os tratamentos aliviam ou eliminam os sintomas, mas a alteração básica da síndroma do cólon irritável tende a persistir.

Vote it up
7
Gosta deste Artigo?Vote!

Faça um Comentário

  

 

 

 

Loja

 

Magnesium€ 39,60

1001 remédios caseiros Prostate € 54,90
Brain Essentials € 29,85 Termómetro Digital Beurer FT 60 € 49,95
Ultramax Collagen€ 39,60 Gingko-Go!€ 34,95
Visite o site das Marcas de Confiança

 

 

 

 
 
 

Newsletter

Precisa-se: Uma Boa História!

Escreva-nos e poderá ganhar:

50€ por cada história verídica e inédita que for publicada em Flagrantes da Vida Real.
20€ por cada texto publicado em Rir é o Melhor Remédio.

Envie-nos!

 

 
 

Newsletter